sábado, 22 de maio de 2010

Localizada no estado de Minas Gerais, no município de São José das Três Ilhas a histórica Fazenda da Prosperidade, construida pelo Barão José Alves da

Pintura nas paredes do inteiror da Fazenda pelo artista Augusto Vilaronga

Brasão da Santa Justa



Fazenda da Prosperidade



Titulares do Imperio Brasileiro


SANTA JUSTA, 1o Barão com as honras de grandeza de Jacinto Alves Barbosa

SANTA JUSTA, 2o Barão de Francisco Alves Barbosa

SANTA JUSTA,3o Barão de José Alves da Silveira Barbosa (Fazenda Prosperidade)

SANTA JUSTA, 4o Viscondessa de Dona Bernardina Alves Barbosa

RODRIGUES ALVES

Félix Rodrigues Alves foi natural da freguesia de São Pedro da Ponta Delgada, ilha das Flores, filho de Antônio Rodrigues Alves e Maria Coelho.


Casou-se com Teresa de Souza Furtado, natural da mesma freguesia, filha do cap. João Furtado e Francisca de Souza.
Pais de:

1.1 Amaro de Souza, nascido em São Pedro da Ponta Delgada e casado com Helena Maria de Santa Ana, da freguesia de Campo Grande (RJ), filha de Joaquim de Albuquerque Cavalcanti e Teodora Cabral.

Eles deixaram:

2.1 Joana Maria da Rosa, batizada na Sacra Família do Tinguá a 20 de junho de 1774 e casada na mesma igreja matriz a 25 de julho de 1792 com José de Souza Ferreira, nascido na freguesia de São Bartolomeu, na ilha Terceira, filho de Narciso de Souza e Josefa Mariana (ambos da freguesia de São Mateus, na mesma ilha).

O casal gerou:

3.1 João, batizado na Sacra Família do Tinguá a 19 de maio de 1793.

3.2 José, batizado na Sacra Família do Tinguá no dia 25 de fevereiro de 1795.

2.2 Francisco, batizado na Sacra Família do Tinguá a 25 de dezembro de 1777.

2.3 Inácia, batizada na Sacra Família do Tinguá no dia 3 de maio de 1782.

1.2 Joana Maria Rodrigues, casada com José Gomes Leal, filho de Francisco Gomes Leal e Vitória Ribeiro. Com geração no tit. GOMES LEAL.

1.3 Maria de Jesus, casada com João Barbosa de Sá, filho de Francisco Marcos Barbosa e Maria de Sá Barbosa. Com geração dita no tit. PAIS FERREIRA.

1.4 Antônio, batizado na Sacra Família do Tinguá no dia 3 de julho de 1762.

1.5 Ana Maria de Jesus, nascida na Sacra Família de Tinguá e batizada no dia 26 de janeiro de 1766. Foi ali casada no dia 12 de novembro de 1792 com Antônio Alves de Lacerda, nascido na vila das Velas, ilha de São Jorge dos Açores, filho do cap. Diogo Antônio da Silveira e Umbelina Pereira de Lacerda.

Deles vieram:

2.1 Pulquéria Maria de Jesus, casada com José de Souza Ferreira, filho de José de Souza Ferreira Durásio e Joana Rosa de Santa Ana. Com geração no tit. SOUZA FERREIRA DURÁSIO.

2.2 Cândida Francisca de Lacerda, casada com Manuel Cardoso Barbosa, filho de João Cardoso Leal e Mariana Barbosa de Sá. Com geração no tit. CARDOSO LEAL.

2.3 Dorotéia Francisca de Lacerda, casada com Antônio de Souza Durásio, filho de José de Souza Ferreira Durásio e Joana Rosa de Santa Ana. Com geração no tit. SOUZA FERREIRA DURÁSIO.
1.6 Antônia Francisca de Souza, casada com José Alves Barbosa, filho de Francisco Marcos Barbosa e Mariana de Sá Barbosa. Com geração no tit. PAIS FERREIRA.

RODRIGUES ALVES

Francisco Rodrigues Alves foi natural da freguesia de São Pedro da Ponta Delgada, ilha das Flores, filho de Antônio Rodrigues Alves e Maria Coelho.


Ele foi casado com Antônia Barbosa de Sá.


O casal recebeu sesmaria em Vassouras em 6 de outubro de 1782. Em 1792, Francisco Rodrigues Alves já tinha cafezais em sua propriedade para abastecer à sua família.

Pais de:


1.1 Eleutério Rodrigues Barbosa foi casado com Maria Rosa de Jesus.
Eles tiveram:

2.1 Manuel Francisco Alves, nascido na Sacra Família de Tinguá e ali casado a 29 de outubro de 1832 com Maria Barbosa de Sá, também de Tinguá, filha de José Tomás Francisco e Benta Barbosa de Sá.

1.1 (bis) Eleutério foi depois casado em Tinguá no dia 20 de novembro de 1834 com Maria Luísa de Freitas, também de Tinguá, filha de José de Souza Freitas e Luísa Maria do Espírito Santo.
Deixaram:

2.2 Maria, batizada na Sacra Família do Tinguá a 14 de novembro de 1835.

2.3 Salustiano, batizado na Sacra Família do Tinguá no dia 16 de fevereiro de 1836.

2.4 Marcelina, batizada na Sacra Família do Tinguá a 18 de julho de 1843.

2.5 Estêvão, batizado na Sacra Família do Tinguá no dia 11 de março de 1847.

2.6 Prisciliana, batizada na Sacra Família do Tinguá a 19 de agosto de 1848.

2.7 Leopoldina, batizada na Sacra Família do Tinguá no dia 16 de março de 1850.

2.8 Francisco, batizado na Sacra Família do Tinguá a 27 de setembro de 1851.

2.9 João, batizado na Sacra Família do Tinguá a 28 de setembro de 1852.

1.2 Ana Barbosa de Sá, casada com José de Avelar e Almeida, filho de Manuel de Avelar e Almeida e Suzana Maria de Jesus. Com geração no tit. COELHO DE AVELAR.

1.3 Jacinto Alves Barbosa, nascido em Vassouras no dia 15 de agosto de 1792.
Começou sua vida como simples tropeiro.
Casou-se com Tomásia Maria de Jesus, filha de Antônio da Silveira Dutra e Maria Inácia da Conceição.


Jacinto foi agraciado com o título de Barão de Santa Justa.
Foi proprietário dentre outras, das fazendas Santa Justa, São Fidélis, São Felipe e Monte Cristo, situadas nos municípios de Valença, Rio das Flores, Três Ilhas (MG), e Paraíba do Sul.


Ele morreu em Rio das Flores no dia 20 de novembro de 1872. Está enterrado no Cemitério do arraial de São José do Rio Preto, em Três Ilhas, Minas Gerais, junto de sua esposa e de algumas das filhas. Seu inventário correu pelo Cartório de Paraíba do Sul.
O casal teve:

2.1 Leopoldina Augusta Alves Barbosa, mulher do Barão de Santa Fé, José Rodrigues Alves Barbosa, filho de Francisco Rodrigues Barbosa e Mariana Rosa de Jesus. Com geração adiante descrita.

2.2 Maria Jacinta Alves Barbosa, nascida em 1829 e casada em 1887 com Balduíno Joaquim de Menezes, carioca nascido em 1830.
Ele foi agraciado com o título de Barão de Menezes.
Maria Jacinta faleceu em 1901 e Balduíno morreu em 1908. Não deixaram descendentes.

2.3 Clara Jacinta Alves Barbosa, casada com o Visconde Ibituruna.

2.4 Francisco Alves Barbosa, segundo Barão de Santa Justa.

2.5 José Alves da Silveira Barbosa, terceiro Barão de Santa Justa. Proprietário da Fazenda Prosperidade, localizada em São José das Três Ilhas - Minas Gerais

1.4 Francisco Rodrigues Barbosa foi casado com Mariana Rosa de Jesus.
Pais de:

2.1 Benta Maria da Conceição, nascida na Sacra Família de Tinguá e ali casada a 25 de outubro de 1822 com Manuel Francisco de Avelar, nascido na freguesia de São Pedro, na ilha das Flores, filho de José Francisco de Avelar e Catarina Inácia.

O casal teve:

3.1 Leopoldino, batizado na Sacra Família do Tinguá a 10 de maio de 1825.

3.2 Bernardino, batizado na Sacra Família do Tinguá no dia 11 de março de 1833.

2.2 Rosa Maria de Jesus, casada com José Cardoso Leal, filho de João Cardoso Leal e Mariana Barbosa de Sá. Com geração no tit. CARDOSO LEAL.


Rosa Maria foi depois casada com Jacinto Rodrigues Tomás, filho de José Tomás Francisco e Benta Barbosa de Sá. Ver tit. BARBOSA DE SÁ.

2.3 Francisco Rodrigues Barbosa Jr., nativo da Sacra Família de Tinguá e casado na mesma vila a 1º de setembro de 1829 com Francisca Maria de Jesus, sua conterrânea, filha de Manuel de Avelar e Almeida e Suzana Maria de Jesus.


Eles foram pais de:

3.1 Malaquias, batizado na Sacra Família do Tinguá a 30 de novembro de 1830.

3.2 Francisco, batizado na Sacra Família do Tinguá no dia 27 de janeiro de 1832.

3.3 Deolinda, batizada na Sacra Família do Tinguá a 30 de janeiro de 1833.

3.4 José, batizado na Sacra Família do Tinguá no dia 16 de março de 1834.

3.5 Marcelino, batizado na Sacra Família do Tinguá a 25 de abril de 1835.

2.4 José Rodrigues Alves Barbosa, nascido na Sacra Família em 1803 e casado com sua prima Leopoldina Augusta Alves Barbosa, filha de Jacinto Alves Barbosa e Tomásia Maria de Jesus.
José foi agraciado com título de Barão de Santa Fé em 1875.


O casal foi fazendeiro de café na então província do Rio de Janeiro e provedor da Santa Casa de Misericórdia de Valença. Proprietário das fazendas do Bananal, em Rio das Flores, e São Filipe, em Três Ilhas (Minas Gerais).


Ele morreu no dia 3 de dezembro de 1889 e foi sepultado no cemitério de São João Batista, no Rio de Janeiro.

2 comentários:

  1. Olá, Luiz

    Meu nome é Paulo Coimbra, sou neto de José Nogueira Coimbra, feliz proprietário da Fazenda da Prosperidade até seu falecimento, em 99. Vendemos a propriedade em meados de 2000, mas morremos de saudade. Como teve acesso a esses dados históricos? Ficamos curiosos e felizes com seu estudo. Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Paulo Coimbra! Como vai? Gostaria de falar com você sobre a Fazenda Prosperidade! Você poderia me responder, por gentileza? Obrigado! =]

      Excluir